5 de maio de 2020

Quais são as diferenças de classificação de hotéis

Ao planejar uma viagem, é preciso levar em conta diversos detalhes, como por exemplo, o meio de transporte para o destino, o tempo de estadia e o principal: os hotéis disponíveis para a hospedagem.

Todos esses fatores influenciam diretamente nos custos e no padrão da experiência. Por conta disso, muitas escolhas dependem dos objetivos da viagem, dos recursos financeiros do viajante e, principalmente, de como se deseja aproveitar esse tempo longe de casa.

Por vezes, podemos nos arrepender de algumas escolhas (ainda mais quando nos planejamos com pressa). 

Sendo assim, antes de sair por aí buscando qualquer tipo de hotel, vamos mostrar qual é a diferença de classificação de hotéis e como eles são categorizados de um a cinco estrelas.

Desse modo, você pode aproveitar ao máximo da sua viagem, tendo uma adaptação completa para o seus objetivos. Continue a leitura!

Os principais tipos de hotéis

O turismo é um dos setores que mais cresce tanto no Brasil, como no mundo. De acordo com o relatório do Ministério do Turismo, o nosso país recebeu mais de 6 milhões de turistas nos últimos anos. Isso sem contar o número de brasileiros que também saíram de viagem.

No entanto, é preciso tomar certos cuidados. Por exemplo, na hora de escolher o meio de hospedagem, recomenda-se ter atenção quanto à segurança. 

Os edifícios devem contar com um sistema de aterramento elétrico, bem como controle contra incêndios, entre outras garantias.

Por isso, é necessário conhecer os tipos de estabelecimentos de hospedagem, para escolher o que melhor se adequa às suas necessidades.

No Brasil, os hotéis são categorizados pelo Ministério do Turismo, conforme as regras do Sistema de Classificação de Meios de Hospedagem (SBClass). As categorias são:

  • Hotel (1 a 5 estrelas);
  • Resort (4 a 5 estrelas);
  • Hotel-fazenda (1 a 5 estrelas);
  • Cama e Café (1 a 4 estrelas);
  • Hotel Histórico (3 a 5 estrelas);
  • Pousada (1 a 5 estrelas);
  • Flat ou apart-hotel (3 a 5 estrelas).

Confira cada um dos tipos de hospedagem abaixo.

1 – Hotel

O hotel é um estabelecimento comercial, com serviço de recepção, alojamento temporário, que pode ou não contar com alimentação. 

A principal característica é a presença de unidades individuais de uso exclusivo do hóspede.

Os hotéis de cinco estrelas contam com serviços exclusivos, como recepção e mensageiro 24 horas, quartos com TV a cabo, móveis planejados para banheiro privativo, closets além de outras exigências adicionais, como disponibilidade de serviços de alimentação.

Quanto aos serviços de acesso à internet, esse requisito deve aparecer a partir dos hotéis três estrelas. A troca de roupas de cama e banho diária é feita nos estabelecimentos de quatro estrelas.

Além disso, vale ressaltar que todos os hotéis devem cumprir as obrigações de segurança. Por exemplo, a necessidade de um laudo avcb sp, além de atender os requisitos mínimos de infraestrutura e sustentabilidade.

Apesar dos hotéis mais luxuosos serem classificados até 5 estrelas, é possível encontrar empreendimentos que se destacam pelo alto nível de sofisticação. Como exemplo, destaca-se o Burj Al Arab Hotel, em Dubai, o prédio mais alto do planeta, com 7 estrelas de classificação. 

2 – Resort

Segundo o MTur, o resort deve ter uma área própria para os serviços de lazer e entretenimento, bem como demais atividades adicionais, como estética, atividades físicas, recreação e convívio com a natureza – tudo dentro do estabelecimento de hospedagem.

Ou seja, os hóspedes não precisam sair do resort, já que todos os serviços essenciais estão disponibilizados no próprio local. 

Até mesmo um container escritório pode ser encontrado no estabelecimento, especialmente para hóspedes que precisam de um espaço para trabalhar.

Os resorts são classificados de 4 a 5 estrelas, portanto, são conhecidos por oferecer uma excelente infraestrutura. Além de escritórios e áreas de convívio, lazer e entretenimento, há também a presença de salas de reuniões e espaços para eventos.

Para os resorts de quatro estrelas, deve-se ter pelo menos dois tipos de piscina; já os de cinco estrelas, três. 

O serviço de recepção deve estar disponível 24 horas, bem como a troca de roupa de cama e banho deve ser diária.

Os resorts também devem cumprir as exigências de sustentabilidade, como medidas para redução de consumo de energia elétrica, podendo incluir o aluguel de gerador de energia, gerenciamento de resíduos sólidos, redução do lixo e reciclagem de materiais.

3 – Hotel-fazenda

O hotel-fazenda é similar ao hotel convencional, com a principal diferença o ambiente, que é em meio à natureza. Ou seja, o hotel-fazenda está localizado na zona rural, oferecendo entretenimento e vivência no campo.

Já que é um estabelecimento voltado para a experiência em fazendas, o hotel conta com áreas tipo pomar e horta, além de oferecer atividades como passeios a cavalo e trilhas.

4 – Cama e café

Na categoria “cama e café” estão as hospedagens com no máximo três unidades habitacionais, onde o dono da residência também está presente. 

Assim, os hóspedes podem alugar um quarto (individual ou compartilhado) e ter um café da manhã.

É um estabelecimento mais simples, por isso, recomenda-se que as pessoas levem alguns acessórios de uso pessoal, como toalhas, um cobertor microfibra casal, entre outros.

A classificação do cama e café é de até 4 estrelas. Entre os serviços adicionais, destacam-se a troca de roupa de cama e banho, além de mais possibilidades de alimentos no café da manhã.

Além disso, a climatização e refrigeração é obrigatória para as áreas sociais e unidades habitacionais. No entanto, o banheiro somente é privativo para os estabelecimentos de quatro estrelas.

5 – Hotel Histórico

O hotel histórico precisa, obrigatoriamente, estar instalado em edificação preservada, em sua forma original ou restaurada, mas em local que tenha sido palco de fatos históricos ou culturais de grande importância.

Assim, a arquitetura mantém certos elementos originais, como as esquadrias de alumínio, mármore, entre outros itens que ajudam na preservação do ambiente histórico do estabelecimento.

O hotel histórico é classificado de três a cinco estrelas, mantendo algumas exigências básicas, como a troca da roupa de cama e banho, serviços de recepção e alimentação.

O café da manhã servido no quarto somente é eletivo para os hotéis de três estrelas, mas obrigatório para os de quatro e cinco. Além disso, o hotel histórico deve aceitar pagamentos no cartão de crédito e débito.

Em alguns estabelecimentos, as unidades habitacionais podem ser restauradas, contando até mesmo com o envidraçamento de varanda para os quartos mais altos.

6 – Pousada

As pousadas contam com no máximo 30 unidades habitacionais e 90 leitos com estruturas horizontais, com a presença de até três pavimentos, chalés ou bangalôs.

Os banheiros sociais contam com ventilação obrigatória. A partir de três estrelas, é necessário ter separação entre o banheiro feminino e masculino. 

Além disso, nas pousadas de quatro estrelas há a presença de churrasqueira e lareira.

O serviço de café da manhã não é obrigatório para nenhuma pousada. No entanto, as hospedagens de três estrelas devem contar com um restaurante para pelo menos 50% da capacidade máxima dos hóspedes.

7 – Flat ou apart-hotel

Os flats ou apart-hotéis são similares a um apartamento, contendo quarto, sala, cozinha e banheiro privativo. 

Contudo, eles possuem alguns serviços próprios de hotel, como a limpeza realizada pela camareira e recepção.

Essas hospedagens são indicadas para viajantes que vão permanecer por muito tempo na cidade, já que oferecem a comodidade de um apartamento, com as facilidades de um serviço de hotel.

A classificação é de três a cinco estrelas, sendo que a presença de piscina é eletiva para três a quatro estrelas, mas a sala de ginástica é obrigatória para quatro estrelas.

O bar é uma exigência para flats de qualquer classificação, enquanto o restaurante, não é obrigatório, somente para aparts de três estrelas.

Para os de cinco estrelas, é mandatória a presença de saunas (seca ou a vapor), salas de reunião e o mínimo de três serviços acessórios (salão de beleza, loja de conveniência, agência de turismo, entre outros).

Conclusão

O SBClass é um sistema de classificação dos meios de hospedagem que ajuda muito na categorização dos hotéis, sendo capaz de facilitar a escolha dos hóspedes, conforme a disponibilidade de recursos financeiros e objetivos da viagem.

No começo, pode parecer difícil encontrar o hotel ideal, já que há muitos tipos de estabelecimentos no mercado. Contudo, é possível escolher o hotel de melhor custo-benefício.

Por exemplo, se a sua intenção é não ter que se preocupar com nada e curtir a hospedagem, o resort pode ser uma opção. Mas, em caso de viagens rápidas, o cama e café pode ajudar na economia de dinheiro.

Sendo assim, vale a pena pesquisar os meios de hospedagem com antecedência, para escolher o melhor lugar conforme às suas necessidades.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.